As Tatras….

Novembro 11, 2009

No fim de semana de 07/08 de novembro fizemos uma excursão para cortina de rocha no sul da Polônia, são as montanhas Tatra. É um complexo rochoso enorme com vários abrigos nos inúmeros vales ali formados. Saímos de Cracóvia no sábado às 6.00 da manhã em rumo a Zakopane de onde partiríamos de mini-ônibus para o início da caminhada.
Não fazia muito frio, algo em torno de 3 – 4 graus positivos o que transformou o caminho um verdadeira tapete de gelo, extremamente escorregadio.
Chegamos no abrigo de Murowaniec às 13.00, até então sem nenhum desafio vertical. Dali, queríamos fazer o cume de uma das montanhas através da temida rota de zawrat (significa “Quando chegar, volte”). As condições não eram as melhores, muitos montanhistas da região alertavam-nos do caminho escorregadio e congelado, outros diziam que a escalada sem CRAMPONS (Uma espécie de agarras de aço que se acopla na bota) seria impossível.
Decidimos iniciar a rota ao menos até a base da rocha, o tempo estimado pelas placas até o cume era de 2h 30m mas diante aquelas condicões levaria ao menos 4 horas, e não havia mais luz do dia às 16.00 da tarde.
Decidimos então por uma rota alternativa para o mesmo cume… após mais ou menos 1.30 de subida chegamos a uma plataforma, espécia de mini-cume e nos deparamos com uma forte corrente de vento e pedrinhas de gelo afiadas que cortavam onde batiam. Era tão forte que derrubava-nos com facilidade. Decidimos abortar e descer pelo mesmo caminho, pois já estava escurecendo.
Voltamos ao abrigo, conhecemos um rapaz e duas meninas que com ele estavam. Lukasz adora a América do Sul e esteve na Amazônia, na parte do Equador. Comemos bastante, tomamos Grzane Wino (Vinho quente), jogamos cartas e conversamos bastante. No dia seguinte nos preparávamos para mais 7 horas de caminhada carregando 10kg de mochila.
Domingo amanheceu lindo, solzinho e dia calmo. Seguimos desta vez a rota de volta passando por um cume que delimita a fronteira Polônia/Eslováquia. confesso que foi uma caminhada puxada pela rota Czerwone Wierchy. As fotos dizem por si. Conseguimos alcançar o abrigo base já bem perto de onde pegaríamos o ônibus de volta para Zakopane e posteriormente Cracóvia.

Anúncios

2 Respostas to “As Tatras….”

  1. Passarinho Says:

    Esparou!!

  2. Camila Says:

    Se for por falta de quorum, estou aqui para pedir atualizações! Altas aventuras por aí e em outros cantos do mundo e vc nem nos conta! 😉 Aparece aê! Beijo!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: